[Crítica] Metallica – Kill’em All

by

Metallica – Kill’em all
Data de lançamento: Julho 1983
Género: Thrash Metal
Editora: Megaforce

1. “Hit the Lights”
2. “The Four Horsemen”
3. “Motorbreath”
4. “Jump in the Fire”
5. “(Anesthesia) Pulling Teeth”
6. “Whiplash”
7. “Phantom Lord”
8. “No Remorse”
9. “Seek & Destroy”
10. “Metal Militia”

Primeiro álbum da lendária banda de São Francisco, uma das chamadas Big Fou Of Thrash Metal, Kill’em All marca o nascimento daquela que pode ser considerada a maior banda de Metal de sempre. Com a formação original, onde estavam o mitico guitarrista Dave Mustaine (Megadeth) e o lendário Cliff Burton, baixista da banda que faleceu em 1986 num acidente de viação, a banda lança um álbum que facilmente se apelida de clássico, capaz de ‘ombrear’ com os grandes álbuns da altura (ínicio de década de 80) na Europa, em especial no Reino Unido onde bandas como Iron Maiden, Motörhead, Judas priest, Saxon e Black Sabbath praticavam o melhor Heavy Metal da altura.Os Metallica provaram com Kill’em All, que tocavam rápido mas igualmente com muita técnica e dedicação, com letras originais e refrões marcantes. A banda foi influenciada, como os próprios membros da banda afirmam, por Iron Maiden, Black Sabbath, Venom e NWOBHM (New Wave Of British Heavy Metal).

O álbum começa com a excelente ‘Hit The Lights’, uma faixa rápida, bem Thrash e á boa maneira old-school. ‘The Four Horsemen’ é uma das minhas faixas preferidas de Metallica. Riff’s matadoress, um refrão que nos fica no ouvido, um solo fenomenal… resumidamente um clássico. ‘Motorbreath’ é outro clássico da banda. Faixa rápida com riff’s estonteantes e um excelente trabalho de Cliff no baixo. ‘Jump In The Fire’ vem seguindo com a mesma sonoridade do álbum, sendo no entanto uma faixa mais ‘calma’ que as restantes, mas, excelente na mesma. Seguem-se o solo de baixo ‘Anesthesia Pulling Teeth’, executado com mestria por Cliff Burton e a clássica e devastadora ‘Whiplash’, que é das melhores músicas da banda. As últimas quatro faixas do álbum, são verdadeiros clássicos do Metal (e obviamente da banda) e verdadeiros hinos ao Thrash Metal. ‘Phantom Lord’ é electrizante e frenética, ‘No Remorse’ é tecnica, tipicamente uma faixa old-school de Metal americana e espectacular, ‘Seek & Destroy’ é só um dos maiores clássicos da banda e entoada pelos milhares de fãs presentes nos concertos. O álbum acaba com ‘Metal Militia’ que é puro Metallica (sim, Metallica é 1983 – 1988). Agressiva, riff’s estrondosos de James Hetfield e Mustaine acabam o álbum em beleza.

Metallica nasceu com um clássico do Metal e deveria (na minha opinião) acabar com álbuns de Metal. Convém realçar que Lars Ulrich faz um trabalho fenomenal na bateria ao longo de todo o álbum. Não me poderia esquecer que foi com Metallica que nasceu um dos melhores bateristas de Metal de sempre.

Melhores músicas: Todas! Clássico absoluto do Metal.

notas10

Etiquetas: , , , ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: