[Crítica] Metallica – Master Of Puppets

by

Metallica – Master Of Puppets
Data de lançamento: Março 1986
Género: Thrash Metal
Editora: Elektra records

Tracklist:

1. “Battery” (5:13)
2. “Master of Puppets” (8:36)
3. “The Thing That Should Not Be” (6:37)
4. “Welcome Home (Sanitarium)” (6:28)
5. “Disposable Heroes” (8:17)
6. “Leper Messiah” (5:41)
7. “Orion” (8:28)
8. “Damage, Inc.” (5:30)

Lineup:

James Hetfield — Vocais, Guitarra
Kirk Hammett — Guitarra
Cliff Burton — Baixo
Lars Ulrich — Bateria

Depois da maior banda de Metal ter “entrado” para o Hall da fama do Rock, nada melhor que fazer uma review ao que é considerado, o melhor álbum da banda e um dos melhores do Metal. “Master Of Puppets” fica marcado por ser o último álbum com a participação “activa” de Cliff Burton (R.I.P.), um dos melhores baixista de sempre que morreu num acidente trágico de autocarro na Suécia. A sua contribuição como músico para a banda e os álbuns em que participou é imensa e demonstra uma qualidade de génio.

“Master Of Puppets” é uma obra prima, disso ninguém terá muitas dúvidas. É um trabalho que está recheado de excelentes músicas, do início ao fim. A abrir temos duas das músicas mais matadoras de sempre feitas pela banda. “Battery” e “Master Of Puppets” demonstram o porquê de a banda liderar o Thrash Metal na década de oitenta. Pesadas, agressivas, rápidas mas ao mesmo tempo cheias de melodia e um trabalho vocal de James Hetfiled fenomenal, fazem destas duas faixas, verdadeiros clássicos da banda e do Metal.

“The Thing That Should Not Be” é uma música lenta, mas cheia de riff’s pesadíssimos com as guitarras a proporcionarem uma sonoridade espectacular. James, mais uma vez, está magnífico no trabalho vocal com Lars a mostrar um ritmo demolidor, ele que em “Battery” prova o porquê de ser um dos melhores bateristas da época.

“Welcome Home (Sanitarium)” começa como se de uma balada se tratasse e é das faixas mais “queridas” dos fãs pela sua qualidade lírica e sonora. É uma faixa “bonita” de se ouvir, onde os Metallica demonstram como se pode aliar peso, rapidez e melodia.

“Disposable Heroes” é das melhores faixas de sempre de Metallica. Está facilmente entre as cinco melhores da banda em toda a sua discografia. Se Lars vinha provando ser um dos melhores bateristas de Metal, então, aqui fica provado que o dinamarquês é completamente “demolidor” no trabalho efectuado na bateria. Igualmente, os trabalhos de guitarras e baixo estão fenomenais com uma sonoridade rapidissima, feroz e agressiva com excelentes riff’s. Kirk Hammett faz um solo brutal nesta musica.

“Leper Messiah” é magnífica. Ouvir esta música em volume máximo é “arrepiante”. Pesada, começa lenta mas acaba ferocíssima, com riff’s estridentes e agressivos a serem “emanados” das guitarras de Hetfield e Hammett. Genial.

“Orion” assume-se com uma das melhores faixas instrumentais alguma vez criadas dentro da cena metalica. É simplesmente fenomenal a canção, com uma melodia linda, que nos vai levar a fazer “repeat” nesta faixa.

O álbum termina com aquela que considero ser a melhor faixa que os Metallica já criaram. “Damage Inc” é aquilo que melhor define os Metallica. Agressividade, rapidez, técnica, melodia e um trabalho deveras impressionante de bateria combinado com o baixo de Burton que até queima! Só é pena ver que a banda não reconhece que tem aqui O verdadeiro clássico da sua história.

Resta dizer que estamos perante um dos melhores álbuns da história do Metal. Um álbum que influenciou, e ainda influencia gerações e que promete ficar marcado para sempre na história do Rock mundial.

notas10

Metallica – Disposable Heroes

Metallica – Damage Inc.

Etiquetas: , , , , , ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: